maio 21, 2011

tem nuvem



Tem nuvem
que duvida que possa nadar

braçada mole
braçada d´alma
ao sol
ao luar

Depois vira  chuva
perplexa
murmura
escorre
se agita
grita

se liquefaz
transborda
se afunda

No fim de tudo fica o mar
desejoso de a abraçar

(maria)

foto: Gregory Colbert

10 comentários:

Manuel disse...

Tem um belo Blogue onde se respira poesia.
A poesia faz parte do meu ser, por isso vou voltar muitas vezes.
Obrigado pela sua visita.
Adoro o nome de Maria, assim se chamava minha mãe.

A.S. disse...

Os braços do mar estão sempre abertos... imensidão de desejos!


Beijos!
AL

Nilson Barcelli disse...

Uma ideia poeticamente bem desenvolvida.
O mar é um papão...
Querida amiga Maria, bom fim de semana.
Beijos.

mary alves disse...

É. Tem nuvem...e...gente que "duvida que possa nadar...braçada mole...braçada d´alma..."
Lindo e leve...levinho :)
Beijo!

Anónimo disse...

Após longa ausência, eis que chego e dou de caras com a tua beleza em forma de nuvem...ou de mar...sei lá....Beijo
STAR

Nilson Barcelli disse...

Vim à procura de novidades tuas...
Reli o poema e continuei a gostar muito.
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

eEUcomISSO [Tassio Bruno] disse...

ola maria, é tassio. tem bastante tempo q agente nao conversa. e sim, q mar em? ora em alto, ora simplesmente navegando no ar.
maria, eu gostaria q vc visitasse um blog d arte, quando pudesse.
http://sociedadesofia.wordpress.com/
bjos pra ti!

Nilson Barcelli disse...

Minha amiga, como já li, reli e comentei, desejo-te "apenas" um bom fim de semana.
Beijos.

Luisa Magalhães disse...

luisa, pouco vou escrever! só para te dizer que gosto tanto! Como gosto de ti!E que tenho saudades.

Luisa Magalhães disse...

luisa: Gosto da tua poesia!tanto como gosto de ti!