abril 03, 2011

passos

                                                      
Passam dias
passam noites
e passo eu
Passo a passo
num descompasso
apresso  o passo.

Fragmentado
deslaça-se o sonho
Acordo

Em passinhos
pé ante pé
 o sol assenta

O dia recomeça


(maria)
fotog.  Katia Chausheva

5 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Passam dias, passam noites, mas eu acabo por passar aqui para te ler...
Em passinhos, pé ante pé... gostei muito do teu poema...
Beijos, querida amiga.

Mel de Carvalho disse...

Um ciclo ininterrupto a que não fugimos, ainda que queiramos. No alvor da madrugada, e ainda assim, a luz retorna.

Um beijo amigo
Mel

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga Maria, boa semana.
Beijos.

mary alves disse...

Passam dias, muitos...mas eu passo sempre aqui(quase sempre silenciosamente)...é um prazer ler-te, assim, quase em segredo.

Um beijo.

epee disse...

...assente de cor a sabor amor.
¬